jump to navigation

Câmara aprova projeto que exige etiquetas em roupas íntimas sobre riscos de doenças

Por Caroline Aleixo

Nesta semana o Congresso Nacional aprovou a obrigatoriedade de inserção de mensagens nas etiquetas de roupas. O projeto torna obrigatórias mensagens que recomendam os consumidores a fazer exames periódicos de prevenção de câncer de mama, colo de útero e próstata, por exemplo.

De acordo com o deputado paulista João Paulo Cunha (PT), a lei visa proteger a saúde da população, uma vez que o diagnóstico de doenças sexualmente transmissíveis e de câncer de mama, de colo de útero e de próstata têm sido frequentes em todo o país.

Como consta no texto, cuecas para adultos, produzidas ou comercializadas no Brasil, deverão vir com etiquetas de advertência sobre a importância dos homens com mais de 40 anos de idade fazerem o exame periódico para a detecção precoce do câncer de próstata.

Já para as mulheres, as calcinhas para adultos, constarão etiquetas com advertência sobre a importância do uso de preservativo como forma de prevenção de câncer de colo de útero e do exame periódico para as mulheres com vida sexual ativa. Também é obrigatória a etiqueta em sutiãs com alerta para a necessidade do autoexame dos seios a fim de detectar sinais de câncer de mama.

O projeto em questão aguarda em tramitação e será encaminhado ao Executivo para ser ou não aprovado e colocado em vigor.

Postagem: 12/05/2011

Imagem: Getty Images

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: