jump to navigation

Massagens são benéficas para doenças e melhoria da estética

Massagens são benéficas para doenças e melhoria da estética
Além de ajudar no combate da celulite, a técnica também é terapêutica

Natália Bellório

As mais procuradas são drenagem linfática e relaxante. Mas existem outros tipos de massagens, como: energizante (do in, quiropatia e shiatzu), anti-stress, redutora, modeladora, massoterapia, pré e pós-operatório e a drenagem linfática gestacional. Essas diferentes técnicas que estimulam a circulação, a mobilidade, elasticidade e o alívio de algumas dores corporais, possuem benefícios terapêuticos e estéticos, como a redução de medidas e a melhora aparente da celulite.

Para a massagista Jaquelaine Aparecida da Silva, a procura por massagens no mercado tem crescido ultimamente. “A técnica deixou de ser definida como padrão estético, e passou a ser procurada para benefícios terapêuticos, no tratamento de algumas doenças, principalmente as psicológicas, como o estresse, a depressão e a síndrome do pânico”.

Apesar de ser mais comum em mulheres, a busca pela técnica da massagem pelos homens tem aumentado, mas a dificuldade de encontrar profissionais que atuem para este público ainda é grande. Um dos motivos pode ser devido ao preconceito existente de que as mulheres que fazem massagem para homens são, historicamente, confundidas com outras profissionais.

Além de a técnica ser relaxante, outras influências do ambiente, preferencialmente um lugar tranquilo, também podem contribuir para que a massagem seja mais proveitosa. A música instrumental, a cromoterapia do local (cores mais harmônicas, como o verde, o branco e o azul), a aromaterapia e até mesmo a roupa do profissional (cores neutras e poucos acessórios) são alguns dos aliados para se ter uma boa massagem. “Para não incomodar o momento do cliente, o massagista pode fazer uso dessas terapias alternativas para estimular mais o relaxamento. Por exemplo, se no ambiente tiver cores mais estimulantes, como o laranja, o vermelho e o amarelo, a pessoa pode se sentir incomodada, mesmo inconscientemente”, explica Jaquelaine.

Imagem: Malinatouch

31/03/2011

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: