jump to navigation

Casos de AIDS aumenta em Uberlândia no mês de março

por Gabriella Brito
14/04/2011

Campanha "Fique Sabendo: positivo ou negativo, viva feliz"

UBERLÂNDIA, TRIÂNGULO MINEIRO – De acordo com o Ambulatório Municipal de Moléstias Infectocontagiosas Herbert de Souza (DST/AIDS) houve um aumento de pessoas contaminadas com HIV no mês de março, em Uberlândia. São 20 casos diagnosticados, 122% maior que os registrados no mesmo mês do ano passado, que foram nove casos.

Na cidade, estima-se que há certa de 13 mil pessoas portadoras do vírus, mas prevê que apenas 2,6 mil pessoas sabem do diagnóstico. Segundo a coordenadora do Centro de Triagem e Acompanhamento (CTA), Cláudia Spirandeli, em média 25 pessoas procuram o ambulatório para realizar o teste, sendo que, em média dos casos registrados são de 1,6 homens para cada mulher.

Para incentivar os cidadãos a fazerem os testes, a campanha feita para o carnaval, “Fique Sabendo: positivo ou negativo, viva feliz”, continuará até julho. “Nesta segunda etapa, o CTA vai realizar testes para diagnosticar a doença e saber sobre a incidência de comportamentos de risco no período do Carnaval. Quem suspeita ter contraído o vírus anteriormente também deve procurar o serviço”, disse a coordenadora.

Além disso, para incentivar a população da importância do uso da camisinha, a Comissão de Assuntos Sociais (CAS) do Senado aprovou um projeto que obriga motéis, hotéis e pousadas a cederem preservativos aos clientes.  

Com autoria da senadora Maria do Carmo Alves (DEM-SE), previa que a obrigatoriedade fosse apenas para os motéis. Mas com a emenda do senador Lindbergh Farias (PT-RJ), incluiu os hotéis, pousadas e estabelecimentos similares entre os que estão obrigados a ceder pelo menos um preservativo a seus frequentadores. Se for aprovada a lei, a norma entrará em vigor de 180 dias. Além do fornecido de folhetos educativos sobre doenças sexualmente transmissíveis (DST).

Imagem: divulgação da campanha

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: